Lugares & Paladares

O divertido mundo de Venice Beach

Por Alexandre Massoti – 14/Oct/2015



Em um texto mais antigo, já expressei descaradamente meu carinho por Santa Monica. Para quem vai a Los Angeles, acho o melhor lugar pra ficar. O que eu ainda não tinha comentado é um dos meus lugares preferidos pra passear: Venice Beach. Uma belezura. Só de pensar naquela praia, onde o sol se põe como na maioria das praias do Pacífico, já sinto a brisa batendo no meu rosto. É desses lugares que, se eu pudesse, passaria vários dias visitando pra conhecer TUDO nos mínimos detalhes. É uma "região" pequena, mas muito divertida, desencanada, bem servida de restaurantes, bares, lojinhas e gente bonita. Lugar certo?

Pena que a água geralmente é gelada, do tipo que pinguim fica na dúvida de entrar, mas pra quem me conhece, esse é um não-problema. Prefiro ficar na areia mesmo, feliz e contente. Ou tomando alguma coisa no The Sidewalk Cafe. Ir a Venice e não tomar ou comer qualquer coisa que seja nesse simpático restaurante frente-mar, é no mínimo uma heresia. Sim, o lugar é cheio de turistas, mas se fosse ruim não estaria cheio de "caiçaras" também né? Como na maioria dos lugares americanos, qualquer porção vem para servir umas 30 pessoas. O atendimento demora um pouco, mas você não vai perceber porque vai estar completamente perdido olhando a praia e as palmeiras logo na sua frente. Chicken wings, nachos com guacamole, onion rings, tem todas essas porções clássicas do fast food até pratos comuns como espagueti com almondegas e bife com fritas. Sempre saio de lá cheio que nem um ovo, e feliz.

Do aeroporto de Los Angeles para Venice Beach são apenas 20 minutos, e depois para Santa Monica, mais onze. Ou seja, até a localização dela é estratégica. E se você se encantar tanto pelo lugar a ponto de querer passar umas noites por ali, fique sossegado, há opções bem ao estilo do lugar, sem muita pompa, moderninhas, com decoração meio retrô meio casa de praia. O Hotel Erwin é um clássico. Quase de frente pro mar, visto de fora parece aquelas casas dos anos 70 que apareciam no filme "Tubarão", todinha restaurada. Os quartos são enormes, a localização perfeita, e de "brinde" tem um dos rooftops mais concorridos da cidade. Na cobertura fica o High Rooftop Lounge, que LOTA todos os dias com o pessoal que vai experimentar a melhor Mimosa da cidade (espumante com suco de laranja) e ver o por do sol mais bonito da Califórnia (segundo o site deles, o que eu não duvido).

Passear pelo calçadão de Venice é um outro belo passeio. Que dependendo do seu grau de desprendimento, tempo disponível e um mínimo de forma física, pode durar horas. Vai passar em frente à icônica academia Gold's Gym, onde os bombados de plantão passam horas puxando ferro e fazendo barras ao ar livre, há mais de cinquenta anos. O Venice Beach Art esta logo ali também. As paredes que antes eram cobertas por pichadores vândalos, hoje estão repletas de obras de arte feitas pelos melhores grafiteiros do mundo. Vai ver gente passando a mil por hora de patins, artistas de rua tocando instrumentos nunca antes vistos, famílias empurrando carrinhos de bebê e um ou outro desavisado pedindo pra filar um cigarro.

Venice no fim é uma ilha de diversidades e tranquilidade no meio de uma cidade que fervilha, como Los Angeles.