Lugares & Paladares

Mais um pouco de Paris!

Por Alexandre Massoti – 22/Jul/2015



Até que escrevi pouco sobre Paris aqui neste meu humilde espaço. Foi só uma vez em mais de um ano de colunas, e acho isso uma tremenda injustiça. Além de ser minha "queridinha" entre as capitais europeias que conheço, essa jovem senhora está sempre com novidades, se reinventando, atraindo milhões de pessoas. Por esse e outros motivos esta entre as três mais visitadas no mundo nos últimos anos.

Tenho insistido nos últimos meses que as passagens aéreas estão com preços excelentes. Acabei de fazer uma pesquisa básica e, na baixa temporada (agosto a novembro) da pra encontrar passagens de ida e volta na classe econômica por algo em torno de 600 dólares. Pra falar "boa noite" num dia e acordar com "bon jour" e croissants no próximo.

A Torre Eiffel continua sendo uma visita obrigatória. Eu sempre brinco que se você já foi de dia, tem que ver a vista à noite e vice-versa. E se já foi nos dois horários diferentes, pergunto se conheceu os três estágios da torre direitinho. Recentemente, reformaram o piso do primeiro estágio da subida (o menos visitado, ainda não entendi porque) e fizeram todinho de vidro. E não é pouca coisa, parece que você esta caminhando pelos ares a uma altura de 20 andares! Só por isso já valeria a subida. Tem também um corredor longo cheio de telas touchscreen e álbuns de fotos digitais mostrando várias curiosidades sobre a construção e a história da torre. Por último, tem um pedaço da escada original em caracol que ligava o segundo estágio ao topo, usada muito pelo engenheiro Gustave Eiffel para chegar ao seu escritório nas nuvens. Muito bacana.

O Bistrot Paul Bert não é necessariamente novo, mas começou a despontar nas dicas e revistas especializadas há pouco tempo. Perto do cemitério Pére-Lachaise e da Place de La Nation, a região é toda elegante e bem movimentada. Como era de esperar, tem um metrô a poucas quadras. Mais uma vez falando em economia, os valores são muito acessíveis. Por 38 euros você será contemplado com uma refeição divina. A entrada pode ser um carpaccio cortado com gilete regado com alcaparras e parmesão, o prato pode ser um dos melhores steak ao molho bernaise que já comi na vida, e de sobremesa um macaron gigante recheado com creme de avelãs. Tudo isso com guardanapos de pano, garçons falando um inglês meio torto mas simpático e louça de cerâmica elegante. Precisa de mais?

E uma dica de um lugar bem antigo, mas nem tão falado assim é passear pela "Rue des Martyrs" e se perder nos mercadinhos e lojas de comida que te chamam pra entrar pelo cheiro e pelo visual maravilhoso. Há mais de 200 anos essa rua tem a vocação gastronômica. Antes era de bares e restaurantes e hoje com lojas específicas como a "La Chambre aux Confitures", que tem as paredes forradas com todas as geleias que você pode imaginar. Nos meus olhos, mais bonita que as vitrines de joalherias. A "La Cave des Martyrs" deixaria meu vizinho de coluna aqui do jornal com os olhos saltados em órbita, com vinhos de praticamente todas as regiões da França.

Dica da Semana:

Hotel Le 123 Sebastopol

site: www.le123sebastopol.com

porque: moderno, colorido, com toques de decoração vintage e tema de filmes antigos.

detalhe: localização bem central, da pra ir caminhando ao Louvre. Perfeito!