Lugares & Paladares

Pelas ruas e canais de Veneza!

Por Alexandre Massoti – 22/Sep/2015



Essa bendita cidade tem uma das praças mais lindas e famosas do mundo. E veja que ela concorre com pesos pesados de todos os continentes e mesmo assim ganha de lavada. Pois é meu intrépido leitor, Veneza impressiona, e MUITO! Aquela carinha linda com sorriso bobo e perdido de crianças que veem o castelo da Disney pela primeira vez, é a mesma que você vai fazer (ou pior) se você for a Veneza pela primeira vez. Garanto!

Há duas opções de hospedagem: Veneza Mestre ou Ilha. Quem fica em Mestre definitivamente paga mais barato pelo hotel e só. Quem fica na ilha tem a pequena vantagem de se acomodar em algum prédio centenário com arquitetura impressionante e de quebra sair do hotel e já estar no LUGAR certo. De Mestre para Ilha são apenas oito quilômetros, mas quando você estiver lá, ficam parecendo 200. E pode ficar tranquilo que a diferença de preço vai ser imensamente compensada pela sua alegria de ir a pé até a Piazza San Marco e sair caminhando para desbravar a cidade.

O Palazzo Ducale, que fica nessa gloriosa praça, seria minha primeira parada. Dependendo da pesquisa, há indícios que ele começou a ser construído em 810 d.C. (isso mesmo, OITOCENTOS E DEZ), e segue firme, forte e elegante até hoje. Reserve PELO MENOS umas duas horas pra conhecer as principais atrações dele, desde os quartos imponentes do Doge à Ponte do Suspiro. O motivo do nome é porque os prisioneiros passavam por ela, olhavam pelas janelas e suspiravam ao ver seus últimos momentos de liberdade. Hoje são os turistas que suspiram de emoção.

A Basílica de San Marco, continuando na mesma praça, é daquelas que tira o folego de qualquer um. Mosaicos banhados a ouro que renderam um apelido carinhoso de "Igreja de Ouro", estátuas e obras de arte do século 11, e visitas guiadas que poderiam durar uma semana. Só para ver todos os mosaicos levaria um tempo, eles somam mais de 8 MIL metros quadrados. Poucas catedrais do mundo emocionam tanto quanto esta.

E além das construções e atrações imperdíveis de Veneza, se perder por suas vielas e canais e ruelas estreitas é quase que uma obrigação. Eu insisto, sempre que visito algum lugar faço questão de conhecer o principal, mas gosto também de ter lindas surpresas enquanto perambulo sem destino. Uma vez fiz isso em Veneza e fui parar no Ristoranti da Sabrina. Parecia que tinha atravessado o túnel do tempo, cadeiras de veludo vermelho sem muita firula, paredes de tijolinhos e lustres meio rococó de flores. Os quadros na parede davam um charme interessante com molduras trabalhadas e douradas. Aceitei a sugestão da simpática garçonete e tracei um espagueti ao frutos do mar que estava de outro mundo. Sem miséria nos camarões e nos mexilhões, quase não dei conta do prato. Mas ainda fiz um esforço e pedi um tiramissu, daqueles que parece capa de revista. DELICIOSO.

Mesmo depois dessa lauta refeição, se tem outra coisa que não da pra perder em Veneza são os sorvetes. E ai eu deixo ao critério do freguês (ou leitor, neste caso). Se perca na cidade e descubra uma gelateria. Além de praças, se tem uma coisa que os italianos fazem como ninguém, é sorvete!

Dica da Semana:
Hotel Corte Di Gabriela
site: www.cortedigabriela.com
onde: fica no meio da cidade, a minutos de caminhada da Piazza San Marco
detalhe: eles conseguiram manter detalhes do prédio secular com toques modernos. SENSACIONAL!