Clube dos Viajantes

Cidades Históricas

14 de junho – quinta feira – JUNDIAI / BELO HORIZONTE – Em horário determinado, apresentação na
Agencia de Viagens Rosa Massoti Turismo, para embarque em ônibus leito turismo luxo.

  • Em horário determinado, chegada à capital mineira para almoço (incluso)

  • Após o almoço, city tour completo pela cidade de Belo Horizonte visitando o Complexo Arquitetônico da
    Pampulha, Praça da Liberdade, Praça do Papa e Mercado Central.

  • Em horário determinado check in no Hotel – noite livre.

15 de junho – sexta feira – BELO HORIZONTE /INHOTIM - Café da manhã no hotel. Saída com nosso Ônibus para
Inhotim - (ingresso incluso)

Após o café da manhã, passeio de um dia inteiro. Saímos em direção ao museu-parque aonde, conduzidos por nosso
guia especializado, visitaremos seus diversos atrativos, esculturas e artes, em carros elétricos de ponto a ponto, em
meio aos magníficos gramados e jardins de Inhotim, criados por discípulos de Burle Marx. Almoço no museu-parque
(incluso). Ao final do dia, retorno ao hotel e noite livre.

16 de junho – sábado – BELO HORIZONTE / CONGONHAS / SÃO JOÃO DEL REI / TIRADENTES - Café da
manhã no hotel.

CONGONHAS

Possui um expressivo conjunto de riqueza barroca do maior artista do gênero no Brasil:
Antônio Francisco Lisboa, mais conhecido pelo apelido Aleijadinho. No adro do Santuário do Bom Jesus de
Matosinhos, Aleijadinho esculpiu em pedra-sabão as famosas imagens de doze profetas em tamanho real
que são visitadas anualmente por milhares de turistas do Brasil e de todo o mundo. Além disto, as seis
capelas que compõem o Jardim dos Passos em frente à basílica representam a via Sacra com belíssimas
imagens esculpidas, em cedro, também por este grande artista barroco. Em 1985, todo este conjunto foi
tombado pela UNESCO e transformado em patrimônio cultural da humanidade.
Os principais atrativos de Congonhas são: Basílica Santuário do Bom Jesus de Matosinhos, Romaria, Igreja
de Nossa Senhora da Conceição, Igreja do Rosário, museu da Imagem e Memória e o Parque da Cachoeira.
Antes de ser a "Cidade dos Profetas", Congonhas foi e ainda é um grande centro de peregrinação. Todo
ano, o município reúne milhares de fiéis em busca de cura das suas aflições.

TIRADENTES

Ao passar despercebida de qualquer forma de desenvolvimento, desde o declínio do Ciclo
do Ouro, no fim do século 18, até os anos 80, quando o turismo floresceu, Tiradentes (MG) acabou se
tornando uma das cidades históricas mais bem-preservadas do Brasil. Igrejas barrocas, onde, durante o
dia, o som das charretes ecoa num cenário emoldurado pela Serra de São José À noite, a luz branda
acompanha o clima pacato da cidade. Não por acaso, o lugar tornou-se um dos destinos preferidos
de casais, que aproveitam a boa oferta de pousadas de clima romântico, os ótimos restaurantes e a
presença de inúmeros ateliês de arte, a maioria deles com peças trabalhadas em madeira, estanho, ferro e
pedra-sabão.

SÃO JOÃO DEL-REI

É um município brasileiro da região do Campo das Vertentes, Sudeste do estado de
Minas Gerais. É uma das maiores cidades setecentistas mineiras. A cidade foi fundada por bandeirantes
paulistas, considera-se Tomé Portes Del-Rei como seu fundador. Tem seu relevo formado pelas serras do
complexo da Serra da Mantiqueira. É um polo para cidades do Sudeste e sul de Minas Gerais. O aeroporto
Prefeito Otávio de Almeida Neves é o mais importante da região.
Dotada de uma vasta gama arquitetônica, na qual não se restringe apenas ao Barroco. Mesmo na região do
Centro Histórico é possível observar diversas linhas arquitetônicas. São João Del-Rei é conhecida também
por ser uma cidade universitária devido a presença da UFSJ, do IPTAN, agora elevado a categoria de Centro
Universitário UNIPTAN e IF-Sudeste de MG, além do grande número de repúblicas estudantis espalhadas
pela cidade. Nasceram em São João Del-Rei o presidente eleito do Brasil Tancredo Neves, o cardeal dom
Lucas Moreira Neves, Otto Lara Resende, padre José Maria Xavier (compositor sacro), Francisca Paula de
Jesus, que está em via de ser canonizada e o violeiro cantador Chico Lobo.

17 de junho – domingo – BELO HORIZONTE / OURO PRETO - Café da manhã no hotel. Após o café,
seguimos para Ouro Preto – passeio de um dia todo. Tombada como Patrimônio Cultural da
Humanidade pela UNESCO, Ouro Preto guarda um conjunto arquitetônico inigualável entre as
cidades históricas brasileiras. Os viajantes ficam fascinados ao caminhar pelas inúmeras ladeiras de pedra
do Centro, para conhecer o expressivo casario colonial e construções como a Casa dos Contos, o Museu da
Inconfidência, a Matriz de Nossa Senhora do Pilar e a Igreja de São Francisco de Assis.
Mas o lugar que tanto atrai pela história também mostra sua vocação artística nos diversos ateliês, nas
lojas de pedras preciosas e nas feiras de artesanato. Almoço em restaurante pré-determinado (incluso),
retorno ao hotel e noite livre.

18 de junho – segunda-feira – BELO HORIZONTE / JUNDIAI - Café da manhã no hotel, em horário
determinado, retorna a JUNDIAI.

INCLUÍDOS NO ROTEIRO:

  • Transporte em ônibus leito turismo luxo em toda o roteiro da viagem;

  • 04 pernoites c/ café da manhã e tx turismo, em Belo Horizonte;

  • Ingressos de entrada em INHOTIM;

  • Transporte interno regular (ponto a ponto em INHOTIM)

  • Guia e tour especializado e privativo (4 dias)

  • 4 almoços Buffet e bebidas à parte

  • Acompanhamento de guia desde Jundiaí para grupo com mínimo de 15 passageiros;

NÃO ESTÃO INCLUÍDOS NO ROTEIRO:

  • NADA QUE NÃO ESTEJA CLARAMENTE ESPECIFICADO COMO “INCLUÍDO” NO ROTEIRO.

PREÇO E CONDIÇÕES DE PAGAMENTO

Apartamento individual: R$ 2.680,00
Por pessoa, compartilhando apto duplo: R$2.280,00

Condições de Pagamento:

30% na confirmação e o restante dividido em parcelas, sendo que a última deve ser paga até 05 de junho de 2018

A Rosa Massoti Turismo reserva-se no direito de alterar a programação devido a fatores climáticos, de acesso, ou
outros fatores que julguem poderem interferir na segurança ou bem estar dos participantes, mantendo o mesmo
padrão e qualidade dos serviços oferecidos. Todo e qualquer mudança no roteiro, devido a situações climáticas e outros fatores, durante o trajeto, será de acordo comum entre o Guia Local, o motorista e o responsável pelo grupo
(guia/promotor/etc.).